quinta-feira, 21 de julho de 2011

Mário Chamie - Poema



QUEDA INTERIOR


Se a queda é livre
o medo da queda
é preso.

Livre é a queda
sem embaraço
defeso.

A queda
de um homem
tenso
não é a guerra
do Peloponeso
pelo estreito
de um coração
perverso.

A queda
livre
é o próprio peso
de um coração
suspenso.

Toda queda
é o menosprezo
de quem cai
sobre si mesmo.


Fonte: Antônio Miranda
Imagem retirada da Internet: Chámie