sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Sinésio Dioliveira - Poema

Viagem incomo(Dante)


Para o Amigo Chico Perna




Quão incomo(Dante)
É essa viagem metafísica
Pela vereda dual entre o céu e o inferno!

A comédia humana é sim divina.
E nela o demônio tem sido protagonista.
Deus está atrás das cortinas.

Os mitos impedem a demência de muitos homens.
Os poetas fogem à regra:
São loucos sublimes.
Não jogam pedra na lua
Mas lhe oferecem flores
E serenata com canto de pássaros.

Essa é a vereda tomada pelos poetas
para "entreter a razão"
e dar alegria ao "comboio de corda
que se chama coração".


Imagem retirada da Internet: Dante.