sexta-feira, 21 de maio de 2010

Francisco Perna Filho - Poema


Cântico do Amor Maior



Valho-me do acaso,
para ver no teu sexo,
o nexo da vida

São compridos os meus olhos
para lá das esquinas,
dos semáforos,
dos destinos.

Percorro teus trechos,
tuas curvas,
para sorver os teus frutos,
ainda tenros, quando chego;
maduros, quando findo.




In. Visgo Ilusório. Francisco Perna Filho. Goiânia: Kelps/PucGoiás/Prefeitura de Goiânia, 2009,p. 40.
Foto by Valdir Cruz