sábado, 7 de julho de 2012

Francisco Perna Filho - Poema inédito


Enigma



o que sabem os acusadores
do vácuo,
do vaso,
da solidão?
sobram em palavras vazias
pelas páginas de livros,
revistas e jornais.
nada sabem
do que antecede
o grito
e os enigmas da alma.
Erram os poetas
nas curvas
do incompreensível,
quando se alimentam
de esperança.


Imagem retirada da Internet: hope