domingo, 7 de abril de 2013



Café Tortoni


Meus olhos compreendem
os teus barcos, Buenos Aires.
Os teus portos,
os teus séculos e catedrais.
Em ti estão todos os homens,
o roçar breve da vida
nos dobres silenciosos
dos sinos da poesia.
Meu coração compreende
este teu sotaque, Buenos Aires,
na alegria dos teus insones cafés
e de suas perfiladas mesas
testemunhando olhares que se cruzam
na artilharia de vontades e ideias.
Borges, Cortàzar, Alfonsina,
todos ali,
tão vivos como esta noite que me habita,
tão intensos como tuas largas avenidas noturnas
de tangos e transeuntes.

Buenos Aires - Café Tortoni - 15/06/2009.

Imagem retirada da Internet: Café Tortoni