sábado, 17 de novembro de 2012

S. Quasimodo - Poema

 
Antigo inverno


Nostalgia de tuas mãos claras
na penumbra da chama:
sabiam de robles e de rosas;
de morte. Antigo inverno.

     Milho buscavam os pássaros
e súbito eram de neve;
assim as palavras.
Um pouco de sol, auréola de anjo,
depois a névoa; e as árvores,
e nós, feitos de ar pela manhã


Tradução de Dora Ferreira da Silva
Imagem retirada da Internet: mãos