sábado, 20 de outubro de 2012

Bertolt Brecht - Poema



















REGAR O JARDIM

Regar o jardim, para animar o verde!
Dar água às plantas sedentas! Dê mais que o bastante.
E não esqueça os arbustos também
Os sem frutos, os exaustos
E avaros! E não negligencie
As ervas entre as flores, que também
Têm sede. Nem molhe apenas
A relva fresca ou somente a ressecada:
Refresque também o solo nu.

Tradução de Paulo César de Souza

In. Bertolt Brecht: Poemas 1913-1956.São Paulo: Editora 34, 2000, p.298.