domingo, 15 de julho de 2012

Francisco Perna Filho - Poema

Ramon, Goias x América-MG (Foto: André Costa / Agência Estado)
Impassível



No campo, o jogo,
na arquibancada, o grito
na mente, o desejo
no banco, expectativa.
Acabado o espetáculo,
as comportas  abertas jorram
homens, mulheres, meninos,
cujas casas os esperam.
Ainda lá atrás, um minuto de silêncio*;
ninguém se calou,
aplausos vieram,
pois o jogo acabara de iniciar-se.
quem morreu, morreu,
quem se importa?
É gol!.



*Goiânia, sexta feira, 13/07/2012, no jogo entre Goiás e América de Minas Gerais, a direção do Estádio Serra Dourada pediu um minuto de silêncio em memória do radialista Valério Luíz, assassinado recentemente, quando saía da emissora de rádio na qual trabalhava.


Imagem: Globo Esporte