sexta-feira, 15 de junho de 2012

Francisco Perna Filho - Poema


Necessário


Corres
    sério  r i s c o,
quando
           escreves.


A lápis, borracha há;
a tinta, difícil de apagar;
com a alma, indelével.


Mas nunca 
      te calas.


Imagem retirada da Internet: escrita