segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Amadeus Amado - Poema


Pescador



Nada além
do que sou:
mar,
rio
ou regato.
Em águas
navego,
quedo,
liquefaço-me.




Imagem retirada da Internet: pescador