segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Amadeus Amado - POema


Lonjura


Só vejo deserto,
areia e céu,
lonjura e imensidão.
vejo
o que não quero,
mas vejo,
mesmo quando fecho os olhos.



Imagem retirada da Internet: lonjura