quinta-feira, 30 de junho de 2011

Amadeus Amado - Poema


vitr.jpg
Miragem


Pura miragem,
esta tarde:
o vermelho ilude
os teus olhos;
nada me faz entristecer.
Só o vento, aqui,
é verdadeiro.
Tombam homens,
mansões,
torres
e sonhos.
Eu permaneço firme,
fincado,
contemplando os teus olhos:
vermelhos
e ausentes.



Imagem retirada da Internet: ventania