domingo, 20 de fevereiro de 2011

Célio Pedreira - Poema



Cantiga de passarin



Que tempo é esse
passando ao contrário
levando a gente distante
bem longe.

Tem jeito assim
de passado e presente
diz um silêncio na gente
vereda.

E sem dar fé
a gente quer ser
passarin.