sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Dora Ferreira da Silva - Poema



Pássaro e Mulher




Quem me prende
mais do que a terra?
Impossível o vôo
agora.
Quente fremente
a intenção de alguém.
Desfez-se a palidez
perdi meu vôo
nas grades de seu peito.
Aprísiona-me - grilhão -
o seio suave e
no calor do instante
a união.


In.Jornal de Poesia
Imagem retirada da Internet: blog mural dos escritores