segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Brasigóis Felicio - Poema



PÁTRIA BRAZILIS



Os degredados de Portugal

os degradados do Brasil


Os pares de França e do Funchal,

os párias da pátria pedindo aval


As escórias de Portugal

as escoras do Brazil


Os escárnios do Brazil

os canalhas do Brasil


As malícias do Brasil,

as milícias do Brasil


A sociologia do Brasil,

a saciologia do fuzil


Os sabujos de plantão

os palhaços da razão


Os canalhas céu de anil

os calhordas sem buril


Os melindres dos perversos

os fazedores de versos


Convescotes dos ridículos

nas surubas dos pudicos


Os melindres dos patifes

os chiliques dos juízes


Trombas d´água na secura

no país da velha usura


Qaurteladas & pampeiros

lambe-botas de cueiros


O atraso só avança

no Brazil dos Bruzundangas.




Imagem retirada da Internet: Sal & Pimenta