segunda-feira, 12 de julho de 2010

Sophia de Mello Breyner - Poema


Exílio



Quando a pátria que temos não a temos

Perdida por silêncio e por renúncia

Até a voz do mar se torna exílio

E a luz que nos rodeia é como grades



In.Mulheres

Imagem retirada da Internet: Mar