sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

Heleno Godoy - Poema





Feliz Natal !


Com este belo poema do professor, tradutor e poeta Heleno Godoy, quero desejar um Feliz Natal a todos os amigos leitores do Banzeiro Textual.





Noite de Natal



Quem se arriscaria, nesta noite,
a um novo palpite: encurtar asas
deste anjo rebelde, ampliar rotas
de pássaros migratórios? Mas de
que nos serviriam menos penas, rotas
outras, mais traiçoeiras, um sertão
e suas veredas revisitadas por um
olhar erroneamente cubista, pois
jamais fragmentada aquela linguagem,
tão grande em suas múltiplas veredas?
Que anjo não deixaria, nesta noite
e em todas as outras (pois temos de
aturá-lo), novas penas crescerem;
que pássaros (temos de admitir)
outras fáceis rotas não buscariam?
Reconheçamos também assim esta
noite: um encurtamento de toscas rotas,
um ampliar de duras penas, uma pluralidade
de visões integrativas, estas sim, cubistas,
no sertão e em todas as suas veredas.

Imagem retirada da Internet: Papai Noel.