sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Luiz de Miranda - Longe de Deus



Luiz de Miranda












Longe de Deus



Nada chega perto de Deus.
Ninguém toca
em sua mão de luz.
Não há o estilo sublime,
apenas o verso inacabado.




In.Poesia Reunida.Luiz de Miranda. Porto Alegre:Instituto Estadual do Livro, 1992,p.104.