quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Ferreira Gullar - 79 anos - Parabéns!





Ferreira Gullar













Traduzir-se




Uma parte de mim
é todo mundo:
outra parte é ninguém:
fundo sem fundo.

Uma parte de mim
é multidão:
outra parte estranheza
e solidão.

Uma parte de mim
pesa, pondera:
outra parte
delira.

Uma parte de mim
almoça e janta:
outra parte
se espanta.

Uma parte de mim
é permanente:
outra parte
se sabe de repente.

Uma parte de mim
é só vertigem:
outra parte,
linguagem.

Traduzir uma parte
na outra parte
— que é uma questão
de vida ou morte —
será arte?




De Na Vertigem do Dia (1975-1980) - Jornal de Poesia -http://www.revista.agulha.nom.br/gula.html#traduzir

Imagem: http://h2.vibeflog.com/2007/04/29/12/16853696.jpg