terça-feira, 11 de agosto de 2009

Nietzsche - Aforismos e Interlúdios




Friedrich Wilhelm Nietzsche







Voltemos a Nietzsche, sintamos mais uma vez a sua genialidade. Desta vez, vamos passear por alguns Aforismos e interlúdios do livro "Além do Bem e do Mal - Prelúdio de Uma Filosofia do Futuro".




(...)


Quem nasceu mestre, somente leva a sério as coisas apenas no que se referem a discípulos, inclusive a si mesmo.

"A Ciência pela ciência" é a última cilada que nos arma a moral - e é precisamente essa que envolve a todos inextrincavelmente em sua rede.

A atração exercida pelo conhecimento seria bastante fraca, se para atingi-lo não fosse preciso vencer tantos pudores.

Somos mais desonestos para com Deus: pretendemos que ele não possa nem deva pecar.

Quando se tem caráter ainda se tem na vida a própria aventura típica, que sempre se renova.

O sábio como astrônomo - Enquanto sentires os astros como algo "acima de ti", não possuirás ainda o olhar do vidente.

Eis pavões que escondem zelosamente sua cauda e nisso colocam sua soberba.

(...)

In. Além do Bem e do Mal. Coleção Universidade de Bolso. Rio de Janeiro: Ediouro, s/d, p.78-79.
Imagem:http://4.bp.blogspot.com/_RJ1gFmhQw/SoFTiMcQivI/AAAAAAAABKk/mgUWYdpC0b0/s1600-h/nietzsche-pensador.jpg