segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Do Presente


Francisco Perna Filho













Noites

com semelhança de iguais,

sem nunca serem.

Sonhos,

séculos de incertezas.

Não se recicla o tempo.

Não se enclausura os sóis.

Onde estão os iguais?

A verdade pode ser partidária do dia ou da noite,

do ontem ou do hoje.

O amanhã a quem interessará?

Peitar o mundo,

derrubar os encantos

são tarefas de hoje.






In. Refeição. Goiânia: Kelps, 2001, p.113.
Foto by Francisco Perna Filho. Caminito de la Boca. Buenos Aires-2009.