terça-feira, 5 de maio de 2009

VISGO


Francisco Perna Filho



As pernas daquela moça eram longe,
distantes de tudo,
longínquas
e humildes.
As pernas dela
souberam dos meus olhos,
ignoraram distâncias.
Fechamos a porta.